Versão Beta
Close

Aspectos Dragônicos (parte 1) - Malygos

Conheça um pouco destes seres incríveis do universo de World of Warcraft e Hearthstone

por Octávio Augusto

Introdução

Alexstrasza, Ysera, Malygos, Nozdormu e Neltharion eram proto-dracos que após muitos desafios, pelos quais provaram seu valor, receberam dons especiais dos Titãs. Cada qual passou a dominar uma habilidade específico que os faziam únicos e imortais – aparentemente – portanto, seres de profunda sabedoria e guardiões de um aspecto de Azeroth, ficando conhecidos como Aspectos Dragônicos.

Porém, as coisas começaram a se desequilibrar a partir do descontrole de um dos Aspectos. 9 milênios antes da Primeira Guerra de Azeroth, os Aspectos quiseram prevenir o ataque dos demônios da Legião Ardente e – convencidos por Nelfarion – Alexstrasza, Ysera, Malygos e Nozdormu deram parte de seus poderes para criar um artefato nomeado de Alma Dragônica, cujos poderes seriam capazes de destruir sem muita dificuldade os demônios.

Pelo fato de não ter se desprendido de parte de seus poderes, Neltharion, cujas intenções eram malignas, se tornou o mais poderoso entre os Aspectos. Influenciado pelos Deuses Antigos, o Aspecto Negro traiu seus irmãos e quase lhes destruiu, o que custou a vida de grande parte dos dragões das revoadas.

Sendo assim, boa parte de Azeroth teve sua essência transformada pelas ações de Aspectos, que como guardiões desse mundo, possuem poder suficiente para exercer grande influência quanto aos rumos da vida mortal que transpassa os milênios de suas longevidades.

Alexstrasza, por exemplo, ao plantar uma semente na Fonte da Vida, deu origem a Nordrassil, simbolizando a união dos Elfos Noturnos com a natureza. Nozdormu usou a mesma Árvore para prover aos elfos a imortalidade, assim como Ysera conectou Nordrassil ao Sonho Esmeralda, de uma forma que equilibrou o avanço da natureza e a evolução do mundo.

Os Elfos Noturnos druidas, por sua vez, se juntaram à Ysera no Sonho Esmeralda – inclusive o próprio Malfurion – Para que desta forma pudessem garantir que esse equilíbrio acontecesse em plena paz e harmonia.

Malygos, o dragão azul

O Guardião do Conhecimento Norgannon concedeu ao dragão azul, Malygos, uma porção de seu vasto poder, o tornando “o Tecelão de Feitiços” e Aspecto da Magia.

O início da história desse dragão é um tanto quanto irônica, porém enlouquecer parece ser o destino de todos aqueles que subestimam o poder arcano e tentam dominá-lo completamente.

O Aspecto da Magia e líder da Revoada dos Dragões Azuis, Malygos, começou uma guerra para eliminar do mundo todos os mortais que usavam magias, isto incluindo o Kirin Tor de Dalaran. Antes que a situação fugisse completamente fora do controle, Alexstrasza reuniu as revoadas restantes na Aliança do Repouso das Serpes para combater Malygos.

Depois de muito conflito, os povo mortal conseguiu invadir os aposentos de Malygos com a ajuda, principalmente, da Revoada dos Dragões Vermelhos e o derrotou.

Apesar de ter sido necessário, a perda do líder deixou a Revoada dos Dragões Azuis muito vulnerável e alguns até mesmo revoltados, considerando Alexstrasza uma traidora. Como era de se esperar, o seu filho Arygos é quem mais se enfurece com a perda do pai e parece buscar vingança sempre que o assunto é colocado em discussão.

Por isso, quando se fala de Aspecto da Magia, ou Aspecto Azul, nós temos dois nomes: Malygos, cuja posição foi concedida pelos Titãs nos primórdios e Kalecgos, o qual se tornou naturalmente o Aspecto e líder da Revoada dos Dragões Azuis, após a morte de Malygos.

Malygos e a Guerra dos Anciões

Foi durante a Guerra dos Anciões que a Rainha Azshara abriu um portal na Fonte da Eternidade, que traria ao mundo de Azeroth a Legião Ardente, que se tratavam de demônios antigos que derramariam o mal e o caso ao mundo.

Então, os Aspectos Dragônicos se reuniram em um plano para impedir que isso acontecesse. Neltharion, que na época ainda era um dos guardiões de Azeroth, propôs que fosse criada uma arma para erradicar com o exército dos demônios.

O Aspecto Negro conveceu Malygos a lhe ajudar a convencer os outros Aspectos Dragônicos a dar uma parte de seus poderes para criar a arma que chamariam de Alma do Dragão. Sendo assim, crentes de que estavam protegendo o mundo, os Aspectos Dragônicos deram uma parte de seus poderes, exceto Neltharion.

Por causa disso, Neltharion se tornou o mais poderoso entre os Aspectos Dragônicos e pôde ter o controle sobre eles e, portanto, sobre todas as revoadas dos dragões.

No entanto, ser o mais poderoso não bastava para Neltharion e agora com tanto poder em mãos, ele pôde simplesmente pulverizar todos aqueles que se colocavam contra ele, fossem os Grandes Aspectos, as revoadas dos dragões, os Anciões ou os elfos da noite.

Além da devastação, Malygos, que havia apoiado Neltharion se isolou e a culpa pesou em sua consciência que foi se tornando cada vez mais precária. Como Aspecto da Magia e, portanto, guardião dela, ele se julgou responsável pela utilização da magia em Azeroth. Então, durante dez mil anos, o Aspecto da Magia, Malygos, viveu na solidão e cercado por gelo.

A Redenção de Malygos

Apenas quando Krasus, marido de Alexstrasza foi até ele em sua forma de elfo solicitando ajuda para resgatar a Mãe da Vida, que Malygos voltou a considerar voltar para o mundo.

A Aspecto Vermelha, havia sido raptada pelos orcs Dragonmaw e levada para Grim Batol. Ainda que rejeitando a princípio, Malygos aceitou auxiliar ao saber que Neltharion, agora conhecido como Asa da Morte estava vivo e que ele estava envolvido no rapto de Alexstrasza. Então, Malygos viu a oportunidade não apenas de se redimir, mas de vingar a morte dos dragões azuis de sua revoada.

Não foi tão simples, mas o resultado esperado foi alcançado. Com Asa da Morte destruído, Malygos retomou a liderança da Revoada dos Dragões Azuis, que apesar da população reduzida, voltava a crescer vagarosamente, o que dava ânimo a Malygos.

Porém, curar Malygos e lhe dar novamente forças, fizeram com que suas atenções se voltassem para todos os mortais que usavam magias em Azeroth. Isso lhe preocupou muito, pois alguém poderia tentar trazer a Legião Ardente para o mundo novamente. Nesse momento, ele se decidiu a impedir que raças menores praticassem magia.

Malygos em Hearthstone

Malygos Card PTBR HS
Card do Malygos em PTBR

As principais estratégias em Hearthstone que utilizam Malygos, são aquelas que utilizam de magias de baixo custo para causar dano direto ao herói inimigo. Como a carta oferece +5 de dano mágico, caso se consiga ainda criar alguma cópia do Aspecto, qualquer feitiço de custo 1 se torna uma arma letal.

Porém, a fraqueza de Malygos é que caso seja removido, os planos vão por água abaixo. Por isso, é importante que o jogador que optar por essa estratégia, busque também vias para protegê-lo.

Cosplay de Malygos

Ainda que um Aspecto Dragônico controverso, que hora é herói e hora é vilão, Malygos é para muitos uma das mais admiráveis criaturas de Azeroth, não apenas por seu título de Aspecto da Magia, mas pelo grandioso poder.

Colaboradores da Comunidade Card na Manga