Versão Beta
Close

Conheça a história de Vol'jin

Saiba mais sobre o icônico personagem de World of Warcraft.

Por Emerson Henrique

Vol’jin é um troll de pele azulada, filho de Sen’jin, da tribo Lança Negra.

Por um acidente o Thrall cai em sua ilha por causa do redemoinho, e por acaso ajuda a tribo dos lançanegra e salva a tribo de um ataque dos murlocs.

O Sen’jin é capturado e morto, e o Vol’jin agora assume a liderança dos trolls de Lança Negra e jura lealdade à Horda de Thrall, mesmo que isso custe a sua reputação com outras tribos trolls.

O Sen’jin, antes de morrer tem uma visão e pede para que o Thrall retire sua tribo daquela ilha, pois só assim o seu povo estaria salvo, e assim acontece.

Sae’Jin, arte por Arthur Lorenz
Sae’Jin, arte por Arthur Lorenz

Em Durotar, nova terra dos Orcs, o Vol’jin construiu com sua tribo um novo lar nas Ilhas do Eco, que logo encontrou seu primeiro embate, a aliança.

Vol’jin é tão poderoso, que faz algo nunca visto antes, ele transforma 3 aliados em Wyverns invisíveis durante a investida da Aliança, dando total vantagem tática aos trolls no ataque aéreo.

Em menor número Vol'jin foi forçado a se retirar das Ilhas do Eco, porém, a batalha continuava, e foram recrutados Taurens e Ogros para ajudarem na luta.

Ilhas do Eco
Ilhas do Eco. Imagem via Lendas de Azeroth

Depois do primeiro embate concluído com vitória da Horda, todos acharam que a calmaria havia chegado. Mas era chegada a hora da traição de Zalazane, jogando um feitiço nos trolls, começou a enlouquece-los e mais uma vez o Vol’jin teve que partir com sua tribo mais uma vez.

Zalazane

Zalazane TCG Art
Zalazane TCG Art

O Zalazane era amigo de infância do Vol’jin, os dois fizeram o teste para ser caçador sombrio juntos, rindo na chuva ansiosos pelo teste dos Loa que estava para acontecer.

Quando eles corriam para o “Primeiro Lar”, se depararam com duas plantas carnívoras, Nambus gigantes que os pegaram de surpresa e o Vol’jin na tentativa de se esquivar das plantas caiu e saiu rolando até parar do lado de um Raptor enorme.

Depois de um tenso embate com o Raptor, ambos conseguem vencer.

Depois de abaterem o Raptor, o Zalazane faz uma magia negra e durante a conversa, quem diria, o Vol’jin na brincadeira diz que quando for um caçador sombrio vai pedir para um Loa matar o Zalazane, e caem na risada.

Raptor em Warcraft
Raptor em Warcraft

Eles sentam na beira de um penhasco e sentem que estão na presença de um Loa, e de repente algo como uma facada profunda é sentida através da dor em seu corpo, e Vol’jin escuta uma voz dizendo “pule do penhasco que a dor acaba”, mas ele decidiu suportar a dor e viu seu futuro de triunfo como líder da tribo Lançanegra em Orgrimmar junto a Thrall e Baine.

Já o Zalazane, viu que ia ser um mandingueiro e que o líder deles não seria o pai do Vol’jin, e disse que viu eles quebrando o pau em algum lugar.

Falou que o pai dele, o Sen’jin, tinha pedido para ele ir lá e fazer o teste pois não havia mais tempo para esperar, por causa da visão que ele teve.

O Vol’jin viu um Loa na floresta e correu atrás dele, e teve outras visões do futuro em Orgrimmar, ao sair da visão dá de cara com o Zalazane que também teve outra visão, dizendo que estava liderando uns Lançanegra por que o líder estava fraco e a tribo ficou dividida, tudo isso sem olhar nos olhos do Vol’jin, hesitante.

Vol’jin entra em atrito com Zalazane e logo se entendem novamente.

Porém, todo o teste mostrava a ascensão de Vol’jin e a traição de Zalazane.

Quando retornaram para a aldeia, a visão já havia começado a se tornar realidade, e começava a caminhada para Orgrimmar.

Então, ele se retira das ilhas do eco com sua tribo e se estabelece numa costa próxima, e em homenagem a seu pai, nomeia o lugar de Vila de Sen’jin que de lá mandava tropas para retomada das Ilhas do Eco, porém, teve que adiar este plano de retomada por ter que ajudar novamente a Horda em mais uma batalha.

Vila Sen’jin
Vila Sen’jin

Apenas um ano depois é que o Vol’jin consegue retornar as ilhas do Eco e retomar o lugar com a ajuda do Loa, Bwonsamdi, o deus antigo da morte (Troll).

Com o lugar retomado, o nome agora seria Ilha Lançanegra.

Bwonsamdi
Bwonsamdi

Após o Thrall deixar o comando da Horda nas mãos de Garrosh, Vol’jin e Garrosh tem conflitos bem pesados, onde há ameaças que levaria a uma batalha em breve.

Nesta época o Vol’jin pensou em deixar a horda, mesmo sabendo que não seria uma boa escolha.

Garrosh manda matarem o Vol’jin, porém ele sobrevive e ele se une com Thrall e outros aliados para derrubada do Garrosh.

Garrosh Grito Infernal
Garrosh Grito Infernal

Depois da derrubada de Garrosh, o Thrall decide passar a liderança para o Vol’jin, pois ele entendeu que mesmo sem estar na liderança quem manteve a verdadeira Horda unida foi o Vol’jin e por isso ele merecia ser o novo chefe guerreiro.

Vol’jin Chefe Guerreiro
Vol’jin Chefe Guerreiro

Durante a invasão de Azeroth pela legião ardente, Vol'jin se junta a Aliança na tentativa de parar os demônios e é esfaqueado no torso por um demônio, e ele pede que Sylvanna não deixe a horda morrer ali, e ela retira as forças o levando para Orgrimmar junto com a Horda.

Em seu trono, prestes a morrer, ele diz que teve uma visão onde os Loa sussurraram o nome da Sylvanna, e que, mesmo sem confiar nela, ele repassa o “cajado” de Chefe guerreiro da horda para ela.

Ferimento de Vol’jin
Ferimento de Vol’jin

Veja o vídeo:

A urna com os restos do Vol’jin é levada para Zandalar, pois pela importância que se teve, a Talanji aceita que os restos do Vol’jin sejam enterrados lá.

Urna de Voljin
Urna de Voljin

Embora ele tenha morrido, seu espírito ainda vive e não consegue seguir para o reino dos mortos de forma definitiva pois alguém o trouxe de volta, e ninguém sabe quem o trouxe de volta e quem não o deixa seguir.

O Baine, se encontra junto a Talanji e ao espírito do Vol’jin e questiona ele a escolha da Sylvanna como nova chefe guerreiro, e o Vol’jin diz que não lembra quem foi que sussurrou o nome dela no ouvido dele naquele momento.

Então, eles saem em busca junto ao espírito do Vol’jin de uma resposta para este enigma, e a primeira parada foi no Bwonsamdi, que diz que não foi ele e que a Sylvanna jamais seria uma opção para ele.

Vão até o Bolvar, e ele é bem curto e grosso, diz que não foi ele e manda eles saírem de lá.

Tentam até com a Eyir a rainha das Valkirias.

Com ela eles tem algo a mais a acrescentar nesta história: ela diz que o Vol’jin não é mais apenas um espírito, é algo além do poder dela e que ele foi tocado pela mão da bravura e que foi essa mão que o trouxe de volta.

E ainda assim, depois de perguntarem a todos estes eles não descobrem quem o trouxe de volta... apenas se sabe que foi alguém muito poderoso!

Porém, quem sussurrou no ouvido o nome da Sylvanna e quem o ressuscitou são pessoas diferentes.

Há diversas teorias nos fóruns, sobre quem sussurrou e quem o trouxe de volta, porém, nada ainda confirmado sobre o fim desta história do Vol’jin.

No site oficial de World of Warcraft, foi mencionado que Vol’jin se depara com diversos Loa, e alguns trechos são bem interessantes, veja:

Os Lançanegra tem que viver, mas isso não vale bulhufas se a alma for pro beleléu. Os Lançanegra tem que ser verdadeiros. Tu tem que ser verdadeiro – disse a voz. – Tu ouve os loas agora, e vai ouvir a gente o tempo inteiro. Tu tem que aprender a dar ouvidos.

Será que aqui o Loa falava que, para manter os Lançanegra vivo ele teria que fazer algo mesmo sem sua vontade, apenas para mantê-los vivos?

E quando ele diz “Tu tem que ser verdadeiro”, será que aqui ele não fala em ser Bravo?

E por ultimo, ele diz que o Vol’jin sempre vai ouvir os Loa, e confirma isso no outro texto abaixo:

– Vou te descolar o poder de se comunicar com os loas. A gente nem sempre faz o que tu pede, mas a gente vai te escutar. Tu é um caçador sombrio agora, troll. – E desapareceu.

Bom, o que restam são teorias.

Colaboradores da Comunidade Card na Manga