Versão Beta
Close

Ano da Fênix: Lendárias do Clássico que podem ser desencantadas

Confira as lendárias do conjunto clássico que podem ser desencantadas sem arrependimentos no meta atual de Hearthstone.

Quando uma nova expansão chega a Hearthstone muitos jogadores ficam se perguntando quais cards são seguros de craftar e quais não precisamos ficar guardando na coleção uma vez que podemos utilizar o pó de cards que não estão vendo jogo para criar cards que estão no meta. Com a "quase" estabilização do meta de Cinzas de Terralém, nós trouxemos uma listinha das lendárias do Clássico que não estão fazendo parte do meta atual e dificilmente serão peça chave em decks dessa expansão.

A composição de um deck por mais que pareça algo simples, requer equilíbrio e sentido. Alguns cards, por mais que seus efeitos "isolados" façam sentido, se eles não entrarem em equilíbrio ou sinergia com os demais componentes da lista, ele não é extremamente necessário e por isso pode ser facilmente substuído por algo que desempenhará um papel melhor. É pensando assim que listamos alguns cards da coleção Clássica que não constroem a ideia do que se precisa ter num deck: valor, sentido e sinergia. 

Lembrando sempre que criar e desfazer cards é de sua própria responsabilidade e nós apenas damos sugestões nos baseando nas informações do meta atual. O intuito deste artigo é ajudar aqueles que não possuem uma grande coleção a aproveitar melhor os seus recursos para montar decks atuais. 
Lendárias "seguras" para desencantar - Conjunto Clássico

Fonte: hearthstonetopdecks.com

  • Hogger
    • Corpo fraco e é muito fácil de remover um lacaio 4/4. Provavelmente ele só irá evocar um lacaio com provocar 2/2 uma vez, até ser removido. 
  • Xavius:
    • Xavius (anteriormente era Illidan Tempesfúria) é um card que não possui um corpo tão forte assim e o corpo dos sátiros (2/1) não é algo tão relevante e ainda pode poluir o seu campo a cada vez que você precisa jogar um card, ocupando um espaço de um lacaio que seria mais útil. Por isso o card não está no meta atualmente e dificilmente será uma peça chave em alguma lista mais séria.
  • Nat Pagle:
    • Colocar um card com um corpo que não faz nada pela "chance" de comprar um card extra no começo do turno parece uma atitute um pouco desesperada por um RNG positivo. Nat Pagle dificilmente verá meta se analisarmos somente o quando o espaço ocupado por ele num deck é importante. 
  • Andarilho das Lendas Cho:
    • Além de um corpo extremamente fraco, o Andarilho das Lendas Cho tem uma desvantagem que é o seu oponente usar feitiços que você não quer e com isso te fazer lotar a mão e queimar card. Por mais que o deck oponente possa te oferecer algum feitiço útil, o card continua não compensando um "slot" em seu deck.
  • Millhouse Manavento:
    • Apesar da "blasfêmia" de desencantar Millhouse e que provavelmente você terá azar nos pacotes para o resto da vida, Millhouse oferece um "drawback" muito ruim que é dar a chance do seu oponente usar os melhores feitiços contra você no próximo turno e no meta atual temos feitiços INCRÍVEIS que você quer atrasar o quanto puder a entrada deles no jogo, não é mesmo?  Com certeza não é dessa vez que Millhouse vale a pena ter um slot no seu deck.
  • A Fera:
    • O ataque da fera é muito bom, porém se o seu oponente remover o lacaio com um card (uma troca de 1:1) ele receber um lacaio 3/3 não parece uma boa ideia e coloca em cheque se não há outros cards de curva alta mais eficientes do que A Fera e com certeza temos melhores opções (e até menos que não sejam lendárias).
  • Nozdormu:
    • Quem não gostaria de usar um Nozdormu contra o "Dengue Druida" e não dar tempo dele fazer todos os Combos com Kael'thas? O problema do card é que ele é muito lento e no caso que usamos de exemplo contra o Druida, provavelmente você tomaria o combo antes de ter mana para "counterá-lo" com o Nozdormu, isso sem contar dos bugs que o card apresenta com sua animação.
  • Gruul:
    • Uma das coisas mais atrativas no valor de um card é ele ser capaz de oferecer algo assim em que é jogado e o Grull não se enquadra nessa qualidade. Por mais que seja interessante que ele fique mais forte a cada turno que passa, temos outras opções na mesma curva de mana que oferecem um efeito mais imediato. Entretanto se você é novato e acabou de chegar a Hearthstone e tirou Gruul nos pacotes, ele pode ser uma adição ao seu deck básico até que você consiga montar um deck melhor.

Acompanhe a gente nas redes sociais: FacebookTwitter e Instagram .

Vivo o universo de Warcraft há 10 anos, e há 3 crio conteúdo de Hearthstone no Fansite Cristal de Mana, além de ser aspirante a pro player e streamer. Email: day@cardnamanga.com.br . Twitter: @_daycris_