Card na Manga

Close

Ano da Fênix: Como alcançar o tão sonhado ranque 'Lenda' em Hearthstone?

Confira várias dicas para conseguir o elo mais alto de Hearthstone, o Lenda!

Não importa se você faz parte dos novatos ou dos mais antigos, pegar ranque Lenda com certeza já passou pela sua cabeça e já fez parte dos seus planos - e para muitos ainda faz. Alcançar o tão sonhado Ranque Lenda é um dos maiores objetivos dos jogadores de Hearthstone e durante os primeiros anos concedia um certo 'status' a quem era assíduo em alcançá-lo, inclusive conferindo muitos pontos HCT, que eram muito importantes para os eSports naquela época. Atualmente é um pouco mais complicado depender do ranque Lendário para entrar no competitivo pois o sistema da GrandMasters é um pouco mais complexo e é assunto para abordarmos em uma outra matéria. 

Siga o canal do Schurumelos no youtube (Clique aqui)

Vamos abordar no artigo de hoje vários pontos importantes que podem ajudar com o objetivo de alcançar o ranque Lenda, separando-os por tópicos. Vamos começar pelo mais básico, "Entendendo o jogo".

Entendendo o JOGO

É muito importante entender o sistema do jogo, compreender como ele funciona, saber a ordem dos efeitos e saber usar todas as informações ao seu favor. Matemática é importante e é aqui que você vai precisar saber aplicar aquele cálculo de probabilidade que com certeza argumentou na prova do colégio que nunca usaria na vida e não ter estudado isso vai te custar o letal. Um bom exemplo é: qual a probabilidade da Ruína Dragônica do Caçador te causar dano se você tiver 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, ou 7 lacaios em campo? 

Errar é humano e faz parte do aprendizado.

Outra coisa super importante é saber como funciona cada mecânica em Hearthstone e sua ordem de ativação. Errar a ordem de uma jogada pode custar uma partida, como por exemplo jogar um card com a mecânica "Combo" sem ter jogado nenhum card anteriormente ou jogar um card que requer que não existam cards repetidos no deck quando você tem mais de um cópia de determinado card ainda no deck. Com o objetivo de alcançar o ranque Lenda em mente, é preciso ELIMINAR da lista os erros que cometemos ao jogar no modo automático. É nessa hora que "jogar o card que está verde" passa a não ser mais a melhor jogada.

Edwin VanCleef Alexstrasza

Atualmente um dos erros mais comuns quando se fala em ordem de jogadas envolve a Capitã Temerária. Ela causa dano a todos os lacaios (inclusive a ela mesma) depois que você joga um lacaio. Os cards que mais comumente interagem com ela são a Ferreira de Armadura, Manda-Bomba e Ira de Batalha e o valor que se pode tirar com ela as vezes é prejudicado pela falta de planejamento. Conheça a lista que está usando e busque estudar todas as possibilidades do deck. Não ganhar muita armadura com o Combo Capitã Temerária + Ferreira de Armadura + outros lacaios e/ou desconhecer os demais combos do deck pode comprometer as suas partidas. Claro que é jogando que se aprende, mas um conselho que sempre damos é procurar entender como a lista funciona: veja outros jogadores jogando com ela e, sempre que possível, troque dicas e ideias para que você inicie suas partidas com o máximo de informações possíveis sobre como o deck funciona para que isso minimize os possíveis erros e maximize suas chances de vitória. 

Capitã Temerária Ferreira de Armaduras Manda-Bomba

É importante saber jogar em volta de tudo e também saber o momento de ignorar

Aprenda a testar os segredos do oponente 

  • Conheça todos os segredos ou tenha como acessar todos de forma rápida - clique aqui.  O  Deck Tracker   é uma ferramenta que também facilita você testar os segredos ingame, além de ajudar em inúmeras outras coisas que falaremos mais adiante.

Ir Face ou Trocar?

  • Se você for face, qual é a chance de ser punido com o lacaio que ficou em campo? 
    • Muitos jogadores brincam que ir face é a melhor opção mas as vezes a punição de não trocar em determinado lacaio custa uma partida. Pense bem se não vale a pena trocar naquele lacaio que está no campo, mesmo se você estiver jogando com um deck agressivo. As vezes manter o controle de campo é mais importante do que causar alguns danos na face do oponente. Pense no turno seguinte e em como você pode ser punido.

Devo gastar uma carga da arma para bater na face do oponente?

  • Será que essa carga da arma vai fazer falta para remover um lacaio? Ou o dano dela pode completar o letal num turno posterior?

Devo gastar "AOE/remoção em área" para remover uma única ameaça?

  • Essa remoção em área pode fazer falta mais na frente? Ex: Utilizar Céus Escuros para remover um único lacaio.
    • Sempre reflita se vale a pena remover aquele lacaio naquele momento. Pense se aquela remoção será necessária mais pra frente e se não tê-la pode significar a sua derrota. 

Quando devo usar "Tech Cards"?

  • Tech Cards são cards específicos para contornar decks ou outros cards específicos. O Zéfiro por exemplo é um Tech Card "pau pra toda obra", porque ele pode dar a resposta para praticamente qualquer situação (desde que você saiba mostrar a ele o que você precisa), entretanto ele requer que você não tenha nenhum card duplicado em seu deck para que possa ser ativado. Outro exemplo é Agoureiro para contornar decks agressivos e Harrison Jones ou  Gosma Ácida do Pântano para destruir Armas. Existem inúmeros tech cards pera inúmeras situações e isso depende do meta e do que você pretende. Alguns decks possuem slosts exatamente para que tech cards sejam encaixados. 
  • Os Tech Cards estão nos decks para cumprir um propósito, saiba quando eles devem ser usados e como tirar maior valor deles, já que são situacionais. 

Quando usar "A Moeda"?

  • A Moeda te concede momentaneamente uma vantagem de mana para executar uma jogada, serve de "isca" para testar um segredo do oponente (como Contrafeitiço ou Truques Sujos) ou até mesmo pode ser utilizada como auxiliar em determinadas estratégias e sinergias como ativadora de "Combos", etc. Não fique guardando a Moeda muito tempo (a menos que tenha um bom motivo para isso), aproveite a oportunidade de fazer uma jogada mais poderosa antes do seu oponente. 

Fuja do "piloto automático" - Aprenda a tomar decisões a cada turno

  • Embora a jogabilidade de muitos decks seja uma "receita de bolo", em determinadas partidas a situação muda e você precisa improvisar e mudar de postura. As vezes para ganhar você precisa jogar para "não perder". Para jogar cada vez melhor procure se acostumar a pensar em todas as jogadas possíveis.

Nem sempre a jogada óbvia é a melhor opção

  • Quem acompanha o cenário competivivo já viu muitos jogadores levando o turno inteiro para realizar a jogada óbvia e isso é porque o jogador está pensando em todas as possibilidades e ponderando se o óbvio é realmente a melhor opção para aquele turno e para o turno seguinte. As vezes uma jogada "fora de padrão" pega o seu oponente desprevenido e isso te coloca em vantagem, ele pode não ter resposta para isso.

A jogada que você vai fazer vai impactar o turno seguinte?

  • Nem sempre será necessário que a sua jogada impacte o turno seguinte, mas é sempre bom analisar essa possibilidade. Você precisa que ela impacte o turno seguinte do oponente? Você precisa que essa jogada auxilie o seu próximo turno? Como você pode ser punido com o próximo turno do seu oponente? 
    • Exemplo positivo: Você faz um agoureiro para evitar que seu oponente jogue lacaios no turno seguinte e aumente a pressão no campo;
    • Exemplo negativo: Fazer um monte de lacaio contra um sacerdote e tomar uma "Praga da Morte" em seguida. 

Conheça o META

  • O "Meta" é um dos obstáculos para o objetivo de se alcançar o ranque Lenda. Não vamos dizer que é impossível chegar ao Lenda com um deck totalmente fora de uso, mas com certeza não será uma tarefa fácil. É importante conhecer os decks que estão mais fortes no meta atual, quais heróis e arquétipos estão no topo, assim como quais cards estão em evidência (e como counterá-los). Com a posse dessas informações você será capaz de definir qual é a melhor opção para o seu objetivo naquele momento, de forma a maximizar as suas chances. Por exemplo, o Caçador de Demônios é a classe mais popular e com a maior taxa de vitórias do momento e ela perde para guerreiro controle e guerreiro enfurecido. Qual a conclusão que tiramos disso? A de que é um bom momento para investirmos no guerreiro para "farmar" vitórias em cima dos Caçadores de Demônios na ranqueada. 

Insista,  Persista e nunca Desista

  • Se você nunca pegou ranque Lenda vai se sentir inseguro quando chegar nos ranques mais altos (do diamante 5 em diante, principamente quando chegar no Diamante 1). A diferença do Diamante 5 pro Lenda é só a mentalidade. É super normal perder muito no início. Principalmente quando o deck é novo e você está começando a entender a matchup ou está enfrentando um oponente novo. Não desista por causa disso, insista no deck, jogue pelo menos 50 partidas antes de partir para outro deck ou para fazer mudanças nele. Peça ajuda para alguém, assista alguém jogando com a lista, leia algum guia do deck, assista a campeonatos e procure entender o que pode estar dando errado. 

Como lidar com o Tilt?

  • Quem nunca perdeu 10 vezes seguidas que atire a primeira pedra! Isso acontece com todo mundo. E quando isso acontece não precisa desinstalar o jogo e ir reclamar no twitter! Vá dar uma volta (mentira, fique #emcasa, assista um Netflix, leia um livro e relaxe). Às vezes encontramos várias vezes seguidas um deck que é counter do que estamos jogando e isso nos deixa frustrados, ainda mais quando estamos em um meta em que as pessoas estão tentando counterar os decks que estão no topo (como Caçador de Demônios, Guerreiro, Bruxo, Ladino e Caçador). Tem dia que simplesmente não vai mesmo e o RNG acaba dificultanto as coisas e quando encontramos as partidas espelhadas fica mais frustrante ainda. Então dê um tempo e volte depois. Dar esse tempo ajuda até mesmo a não repetir as "misplays" que a gente passa a cometer mais vezes quando estamos "tiltados". O conselho é: estabeleça um limite de derrotas diário ou por período. Assim você evita se irritar. Afinal o objetivo aqui é se divertir e pegar o Lendinha! 

Vamos falar de SORTE

A sorte "é manipulável" e isso só é possível porque existe matémática. Conhecermos sobre probabilidade e as chances de algo acontecer faz com que possamos calcular o melhor momento para arriscarmos uma jogada e isso as vezes nos traz grandes vitórias. Em alguns decks o fator RNG é muito determinante tanto para a vitória quanto para a derrota (Alô Caixa Enigma de Yogg Saron).

A imprevisibilidade de alguns cards em Hearthstone pode frustrar em algumas situações mas em outras pode ser a sua única saída. Uma Caixa de Yogg Saron bem encaixada pode trazer a resposta que você precisa, como aquela limpeza de campo perfeita, uma cura ou compra de cards.

  • Como o RNG no Hearthstone define muitas partidas, sempre procure pensar sobre as possibilidades existentes. O seu oponente pode ter a resposta perfeita. Lembre-se, temos Zéfiro no meta, muitos cards recheados de aleatoriedade e infelizmente muitos deles fogem do nosso controle. Em alguns jogos será necessário jogar em volta de determinados cards, por mais absurdo que isso pareça. Então leve isso em consideração sempre que estiver jogando contra um oponente que utiliza cards com RNG.

O deck perfeito não existe

É matematicamente impossível ganhar todos os jogos, então o que é necessário fazer? Aproveitar cada turno de forma que cada jogada seja avaliada, jogar pensando no turno seguinte, nos cards que se pode comprar para responder o campo do oponente, nos letais e nas estratégias possíveis. Otimize seus turnos pensando antecipadamente e não deixe para pensar no que fazer só quando o jogo voltar para você, pois isso te coloca numa pressão que pode não te deixar ver as melhores opções e te cegar quanto as diferentes perspectivas. 

Jogadas na corda

Jogar na corda não é "errado". O tempo do turno existe para que você o utilize por completo em caso de necessidade. O que acontece é que quando a corda começa significa que o turno está acabando e você tem poucos segundos para executar movimentos mais elaborados e você precisa ser cauteloso com jogadas longas nesse momento. É muito perigoso utilizar cards com animação longa quando a corda aparece, pois pode não dar tempo de você finalizar a jogada da forma que pretendia. Em muitos campeonatos alguns jogadores deixam para fazer jogadas difíceis em cima da corda e as vezes o resultado é desastroso. Evite fazer isso. Se a corda começou a queimar pode ser melhor optar por uma jogada mais segura do que aquela mais demorada: uma jogada mais "fraca" pode ser melhor do que arriscar perder sua condição de vitória por falta de tempo hábil.

Alguns jogadores utilizam a corda pra "tiltar" o seu oponente, uma forma de desestabilizar o jogador, fazendo a partida levar mais tempo do que o necessário. 

Exemplo
Jogando com Bruxo Missão: Deixar para usar o feitiço reviravolta depois que a corda começou. A animação de cada card sendo enviado para o deck e cada novo card entrando na mão é muito longa e pode não dar tempo de você fazer uma nova jogada (que pode ser jogar algum card comprado ou até mesmo usar o poder heroico). 
Animação do card Reviravolta é muito longa

Jogar para ganhar e jogar para não perder

Em alguns momentos você precisará jogar mais defensivamente com movimentos que te colocam na desvantagem por alguns turnos até que seja possível recuperar o jogo, mas aprenda a explorar momentos para arriscar jogadas para ganhar. Se você está numa posição de derrota eminente (praticamente a derrota você já tem), arrisque para ver se seu oponente tem uma resposta para o seu improviso, as vezes isso pode ser a diferença para a sua vitória. 

  • Qual a postura que o caçador deve adotar na situação abaixo?
  • O caçador optou por fazer a Rainha Dragonesa Alexstrasza para encontrar o letal (e não encontrou). Ele jogou para ganhar. Se ele tivesse feito uma jogada defensiva ele só teria atrasado a derrota dele em um turno, pois a sua situação de desvantagem muito dificilmente mudaria e a sua maior chance era com aquela Alexstrasza. 

Concluindo

Jogue MUITO! É jogando muitas matchs por dia e vendo como funciona as mais variadas situações que você vai ficar cada vez mais perto do ranque Lenda! Se comprometa com o seu objetivo. Coloque uma meta diária de quantas vitórias quer fazer ou quantos ranques quer subir por dia, isso vai te ajudar a se programar. Não se prenda a um deck, se ele não está tendo um resultado bacana por causa do meta, mude por algum deck que esteja tendo um desempenho melhor na ranqueada e isso você pode acompanhando pelos meta reports nos grandes portais e Fansites como o Cardnamanga, Mundo de Eluna e muitos outros.

  • Dicas extras

    • Assista a partidas com o deck que vai investir na ranqueada;
    • Anote detalhes importantes daquele deck (matchups favoráveis, condição de vitória, tech cards, vantagens, desvantagens e qualquer outra que você considerar relevante);
    • Anote suas dúvidas durante as partidas. Ficou com dúvida sobre alguma interação? Não deixe de saná-la pois ela com certeza voltará em outra partida. Pesquise ou teste com algum amigo numa partida amistosa;
    • O meta não é só o seu deck. Conheça sobre os outros decks do meta e saiba quais são os cards que podem "counterar" você e como você pode jogar em volta deles;
    • Você pode utilizar o Deck Tracker para te ajudar em várias coisas que você poderia fazer com papel e caneta como rastrear cards no seu deck, cards duplicados, quantidade de cards na mão do oponente, segredos, invocações de Galakrond, dano da mesa e muitos outros. É uma ferramenta que vai te ajudar a melhorar a sua jogabilidade, pois ela presta atenção a coisas que geralmente você não costuma dar "muita bola".

Gostaram das nossas dicas? Não deixe de compartilhar com aquele seu amigo que está em busca do seu primeiro lenda!! 


Acompanhe a gente nas redes sociais: FacebookTwitter e Instagram.

Vivo o universo de Warcraft há 10 anos, e há 5 crio conteúdo de Hearthstone no Fansite Cristal de Mana, além de ser aspirante a pro player e streamer. Email: day@cardnamanga.com.br . Twitter: @_daycris_