Card na Manga

Close

Entrevista com Stephen Chang e Liv Breeden: Quem ataca primeiro em Campos de Batalha?

Conversamos com Stephen Chang e Liv Breeden sobre os Campos de Batalha, modo de jogo que recebeu diversos conteúdos durante o mês de junho. Saiba mais.

Com o novo patch de piratas nos Campos de Batalha, mais o Festival do Fogovil, que tem recebido novos conteúdos semanalmente durante o mês de junho, os jogadores estão aproveitando bastante o Hearthstone. O modo de jogo sempre está recebendo melhorias e novos personagens e recentemente conversamos com Liv Breeden e Stephen Chang, sobre o Modo de jogo.  

Stephen Chang e Liv Breeden (Via Voxel)
Stephen Chang e Liv Breeden (Via Voxel)

Chegamos a perguntar sobre alguns cards que tinham vantagem de atacar antes (como a Arara Monstruosa e o Canhão Arcano) e se teria alguma chance de padronizar isso, ou um jogador que esteja num ranque baixo na partida (ou com menos vida) atacar primeiro. Eles comentaram que preferem manter aleatório, para evitar que os jogadores tentem tirar vantagem e percam propositalmente em determinadas partidas para atacar primeiro contra determinados oponentes.

Arara Monstruosa Canhão Arcano


Devs
: Nós preferimos manter aleatório pois é a melhor opção no momento, e mudar isso pode fazer com que os jogadores acabem tentando tirar vantagem da posição em que se encontram. Pois podem perder de propósito para, por exemplo, depois atacar primeiro.

Eliminar a aleatoriedade de quem ataca primeiro tornaria irrelevante a questão estratégica: correr para upar a taverna e ter lacaios mais fortes ou comprar mais lacaios para garantir que vai atacar primeiro.

Outro detalhe que eles comentaram na entrevista (via Voxel), é sobre o fluxo de conteúdos. Eles aprenderam bastante com os eventos no ano passado e escutaram o feedback dos jogadores, e um dos objetivos é de sempre surpreender e garantir com que os conteúdos sempre se pareçam novos e diferentes. 

“Assim os fãs ficam mais interessados em experimentar tudo e redescobrir o jogo, enquanto os veteranos continuam a testar as novidades. Manter esse ciclo é um dos nossos objetivos, e o feedback dos jogadores sempre nos guia para o futuro.”

Eles também conseguiram contornar os problemas das mudanças para o modelo de home-office por conta da pandemia da COVID-19, onde a transição com o time técnico foi bem fluída. 

Você também pode saber mais clicando aqui (na matéria da Voxel) e saber mais sobre o Festival do Fogovil aqui.

Colaborou Dayane Cris

Analista de sistemas e jornalista, já trabalhou para o DomínioMMO, portal de notícias de games online para o UOL Jogos, e já foi jornalista e redator na XLG UOL, site de notícias de esports do UOL. Mantém também o  Select Game, blog sobre games e cultura pop com ênfase em jogos multiplayer. Email: flausino@cardnamanga.com.br . Twitter: @rodrigoflausino