Card na Manga

Close

Relembre os personagens marcantes de Pietro Mario, dublador de Deckard Cain de Diablo

Ator e dublador morreu aos 81 anos

Pietro Mário, ator e dublador mais conhecido pelos fãs brasileiros de Diablo como a voz do personagem Deckard Cain, morreu nesta última segunda-feira (31), vítima de um AVC (acidente vascular cerebral), aos 81 anos de idade no Rio de Janeiro.

Mário marcou os jogadores brasileiros ao dar vida a um dos personagens mais queridos da série Diablo, sendo Deckard Cain o último dos Horadrim (uma ordem destinada a lutar contra o Diablo e as forças do Inferno para proteger o mundo), e uma grande fonte de conhecimento que guiou a jornada de inúmeros heróis com a sua sabedoria e percepção aguçada.

Ele também fez algumas outras vozes secundárias para World of Warcraft como os taurens, uma raça com profundas raízes xamãnísticas e amantes da natureza, residentes de longa data de Kalimdor. Lorde Jaraxxus, poderoso demônio eredar da Legião Ardente, encontrado durante a raide Prova do Crusado, também contou com a voz do profissional (o personagem também pode ser encontrado em Hearthstone).

Relembre abaixo a icônica dublagem de Mário como Deckard Cain:

Outros trabalhos marcantes

Pietro Mário Francesco Bogianchini nasceu na Itália em 1939 e veio ainda jovem para o Brasil, começando sua carreira de ator nos anos de 1960.

Sua carreira como dublador também se destacou em várias animações da Disney, como o Rafiki em O Rei Leão (o sábio macaco que levanta o pequeno Simba em um penhasco para os animais da selva), o Sultão e pai da princesa Jasmine em Aladdin e o vilão Governador Ratcliffe em Pocahontas.

Mário também dublou os icônicos mestres Yoda da saga espacial Star Wars e Ancião de Cavaleiros do Zodíaco, além de ser o narrador de Yu Yu Hakusho e o avô de Tenchi Muyo, animes de grande sucesso no Brasil.

Outras atuações marcantes envolvem o personagem Zilean em League of Legends, o clássico herói do desenho animado Capitão Caverna no final dos 1970 e o perigoso Tony Soprano (interpretato por James Gandolfini), da série de sucesso Família Soprano, transmitida originalmente em 1999 a 2007, e que acompanha a vida de uma família de mafiosos nos Estados Unidos.

Já como ator interpretou nos anos 60 Capitão Furacão, personagem de um programa infantil de muito sucesso da época, e atuou principalmente em novelas de várias emissoras, como Sinhazinha Flô, Olhai os Lírios do Campo e Eu Prometo, entre outras.

Seus últimos trabalhos foram em 2018 como Mario Garcez Brito na série O Mecanismo da Netflix (inspirada nas investigações da Lava Jato) e o Patriarca da Fé na novela Deus Salve o Rei da Rede Globo.

Jornalista de games, cultura pop e nerdices em geral. Email: marcio.pacheco@cardnamanga.com.br . Twitter: @MarcioAPacheco