Versão Beta
Close

Illidan Tempesfúria não estava preparado para entrar no meta e sim para salvar o mundo

Saiba mais sobre um dos personagens mais icônicos de World of Warcraft, que ganhou um card lendário em Hearthstone!

Illidan nem sempre foi este demônio que todos conhecem hoje e nenhum dos seus atos foram sem alguma razão, embora muitos não concordem com ele. Sua própria carcereira, Maiev, disse uma vez que Illidan não era nem elfo e nem demônio, que ele era algo a mais.

A história de Illidan é cheia de detalhes e muito rica e interessante, e apesar de muito do que ele viveu só fazer sentido para quem jogou/joga World of Warcraft, tentaremos focar no mais importante para os visitantes da taverna.

Illidan Tempesfúria
Illidan Tempesfúria

O trio inseparável: Tyrande, Malfurion e Illidan buscaram Cenarius, o Semideus, em busca de conhecimento e aprendizado sobre o druidismo, mas Tyrande encontra o seu chamado na ordem das sacerdotizas de Elune, que era exclusiva para mulheres, e Malfurion demonstra paciência e facilidade em manipular as artes druídicas, enquanto Illidan não consegue aprender a magia da natureza, abandonando assim a trilha do druidismo em busca de algo que o complete, o que ele acaba encontrando com a magia arcana, e nessa fase ele se torna líder da Guarda da Lua (Moonguard), uma elite de magos noctiélficos não-quel’dorei.

Malfurion, Illidan e Tyrande
Malfurion, Illidan e Tyrande

Quando as tropas de Arquimonde começam a invadir Azeroth, Malfurion decide que é necessário destruir a Nascente da  Eternidade (que era o alvo dos demônios) pois entende que eles são poderosos demais para serem derrotados, e somente assim ele poderia cessar as investidas da legião. Illidan não concorda com a ideia do irmão, por não achar um preço justo a se pagar para impedir o expurgo de Azeroth, pois a Nascente da Eternidade é a fonte do que lhe é mais precioso, sua magia.

Sozinho, Illidan começa a ser atraído pelo poder dos Lordes da Legião, ele se encanta com a pureza da magia existente por trás do comportamento caótico e tudo isso acontece ao mesmo tempo em que o seu relacionamento com Malfurion chega a momentos críticos, pois tudo o que Illidan deseja é a aprovação da sua jovem amada Tyrande, a qual não demonstra predileção por ele, e sim pelo seu irmão Malfurion.

O que quer que eu possa ser – o que quer que eu possa me tornar neste mundo – Saiba que eu sempre cuidarei de você, Tyrande. – Illidan Tempesfúria

Xavius (o primeiro Satyr) ao conhecer as dúvidas e fraquezas de Illidan, começa a manipulá-lo para ficar ao seu lado, convencendo-o de que seu irmão deveria morrer para abrir caminho na disputa pelo coração de Tyrande, além de lhe prometer o poder da legião. Na cabeça confusa de Illidan, fazia sentido, ele usaria o próprio poder da legião, para derrotá-la.

Sendo assim, buscou por Azshara e fingiu se aliar à legião, com o plano oculto de se apossar da alma dragônica, que foi forjada por Asa da Morte e que tinha o poder de fechar o portal demoníaco que concedia acesso à Azeroth.

Azshara acreditava que Illidan era o escolhido de Sargeras e o levou até o líder da Legião Ardente, que logo soube do seu plano de roubar o artefato e o “presenteou” queimando seus olhos que no lugar apareceram orbes de fogo místico, que iriam permitir que ele enxergasse qualquer tipo de magia, e recebeu tatuagens arcanas por todo o seu corpo.

Card - Alma Dragônica
Card da Alma Dragônica

Illidan conseguiu roubar a Alma Dragônica e com a ajuda de seu irmão, conseguiu reverter o feitiço que estava sendo canalizado para permitir a entrada de Sargeras no mundo e isto causou uma grande instabilidade na Nascente da Eternidade, que começou a sugar todos os demônios e estava prestes a explodir.

Tudo isso levou à Grande Cisão, que fez com que o mundo se partisse e desse origem aos 2 continentes que conhecemos hoje.

O que não se esperava, era que Illidan tivesse guardado, em 7 frascos, a água da Nascente da Eternidade antes que ela explodisse, pois ele tinha um plano, ele sabia que um dia a Legião voltaria e queria estar preparado para isso.

Illidan estava “cego” pelos seus ideais e seus planos e planeja utilizar a água da Nascente da Eternidade, para liberar a magia arcana, pois acreditava que ela era necessária para combater a Legião. Malfurion, então transtornado com a atrocidade cometida por Illidan, compreende então que o irmão está perdido e o envia para a prisão no subsolo de Hyjal, sob a proteção de Maiev Cantonegro, onde lhe é concedido o título de Traidor, por seus atos contra a sociedade noctiélfica.

Maiev com Illidan na prisão
Maiev com Illidan na prisão

Após 10 mil anos confinado, sobre os olhares penetrantes e obcecados de Maiev, o que Illidan sempre temia, aconteceu… A Legião VOLTOU!

Ataque da Legião Ardente em World of Warcraft
Ataque da Legião Ardente

Tyrande, agora líder dos elfos noturnos, decide libertar Illidan para pedir-lhe ajuda para combater a Legião, pois ele é o que mais os compreende e o mais capaz de ajudá-los nesta guerra.

Illidan apenas concorda em ajudá-los por ter sido Tyrande, seu grande amor a pedir, não fez por misericórdia, estava ferido demais pelos anos confinado, para se preocupar com qualquer outro ser vivo naquele planeta.

Foi nesta época, por caçar e matar demônios, que Illidan se tornou o primeiro caçador de demônios. Illidan ficou sabendo do artefato, “Crânio de Gul’dan”, o qual era muito poderoso, e foi atrás dele, e ao possuí-lo, ele se tornou mais poderoso ainda, entretanto, finalmente se transformou em um Demônio.

Illidan e a caveira de Guldan

Malfurion e Tyrande desaprovam as ações de Illidan e ele é banido das florestas dos elfos noturnos.

Após a derrota da Legião e de Archimonde, Kil’jaeden entra em contato com Illidan para lhe oferecer uma oportunidade de redenção, por tê-los traído, pois ele deseja que Illidan destrua o Trono do Gelo (sob o poder de Nerzhul com a ajuda de Arthas), que andava agindo por contra própria e se tornado extremamente poderoso.

Illidan falha em destruir o Trono de Gelo e é distraído de seus objetivos ao buscar por Tyrande que estava desaparecida. Este ato leva à uma trégua entre os irmãos Tempesfúria,  então Illidan abre um portal para Terralém para fugir da ira de Kil’jaeden e para evitar mais problemas com o seu irmão.

Maiev, OBCECADA (como sempre), por Illidan, fica furiosa pela fuga do demônio e vai atrás dele através do portal.

Terralém era governada por Maghteridon nesta época, que usava portais para evocar mais forças demoníacas. Illidan junto de Kael’thas e Lady Vashj, conquistam Terralém e Illidan conhece Akama.

Illidan, Kael’thas e Lady Vashj – Moon Guard Wiki
Illidan, Kael’thas e Lady Vashj – Moon Guard Wiki

Akama conta a Illidan que Maghteridon e alguns bruxos tomaram conta do Templo Negro e profanaram aquele lugar que era importante para o seu povo. Illidan se compromete à ajudar Akama e devolver o Templo ao seu povo, e então se tornam aliados.

Maghteridon
Maghteridon

Após a derrota de Maghteridon, Illidan se torna o Lorde de Terralém.

Kil’jaeden finalmente encontra Illidan e cobra que ele complete o serviço que ele deixou inacabado em Azeroth, e então ele volta para lá com Lady Vashj e Kael, para tentar NOVAMENTE destruir o Trono de Gelo.

E dá-se o início de uma corrida entre Illidan e Arthas para ver quem chega primeiro ao Trono de Gelo, Illidan com o objetivo de destruí-lo e Arthas querendo conquistá-lo.

E neste embate entre os dois, Illidan perde a luta, e é deixado muito ferido para morrer na neve e Arthas segue em frente para o Trono de Gelo.

Arthas vs Illidan - Por Timur Dairbayev
Arthas vs Illidan - Por Timur Dairbayev

Illidan é resgatado por Lady Vashj e Kael’thas e eles retornam para Terralém e então Illidan começa a se preparar para a ira de Kil’jaeden e a Legião, por ter mais uma vez, fracassado.

E então ele começa a reunir o máximo de aliados possíveis.

Akama fica insatisfeito com Illidan, pois ele não devolve o templo a seu povo e ainda escraviza-o, mantendo sua alma presa, para que ele continue escravizando o seu povo e usurpando o Templo. E então, Akama que tinha sido colocado como vigia de Maiev, que agora era prisioneira de Illidan, começa a tramar com ela, a retomada do templo e a derrota de Illidan.

Herois são convocados a ajudar nesta batalha e a recuperar a alma de Akama, e quanto finalmente chegam até Illidan, o grande demônio é derrotado. E mais uma vez, Maiev é colocada de frente com o seu propósito de vida.

Você venceu… Maiev. Mas a caçadora… não é nada sem a caça. Você… não é nada… sem mim. – Illidan Tempesfúria

O restante da história de Illidan pode ser conferido e acompanhado na atual expansão em World of Warcraft – Legião.

Mais detalhes sobre este demônio tão admirado do universo de Warcraft pode ser conferido também no livro recente dedicado à parte da sua história:

Livro contando a história de Illidan Tempesfúria
Livro contando a história de Illidan Tempesfúria

O livro pode ser encontrado em: 


Fonte: Linissa (WoWGirl) I Arthas: Rise of the Lich King I Wowpedia I Illidan (Livro)

Vivo o universo de Warcraft há 10 anos, e há 3 crio conteúdo de Hearthstone no Fansite Cristal de Mana, além de ser aspirante a pro player e streamer. Email: day@cardnamanga.com.br . Twitter: @_daycris_