Versão Beta
Close

Time brasileiro termina em 2º lugar no Hearthstone Global Games

Time brasileiro não conseguiu passar pela China e fica com o vice campeonato do Hearthstone Global Games. O torneio aconteceu durante a Blizzcon 2018.

Aconteceu agora pouco na Blizzcon a grande final do Hearthstone Global Games entre a China e o Brasil.

A equipe brasileira (composta por Lucas ‘Rase’, Lucas ‘CRT’, Lucas ‘Neves’ e Rodrigo ‘Perna) está fazendo história nos esports e no Hearthstone, com uma campanha espetacular em todo o torneio. Nas semifinais eles venceram a Nova Zelândia por 3 a 0, chegando na grande final com status de favoritos.

Esse favoritismo infelizmente não se confirmou e os chineses com uma performance irretocável e a dose ideal de sorte, levaram a série por 3x0 sem maiores dificuldades.

Saiba mais como foram os confrontos:

Primeiro jogo: Mirror match de Caçador

Aqui tivemos uma partida de “mirror” de Caçadores, com as 2 equipes usando o Cubo Carnívoro em Ovos de Demossauro, garantindo uma grande quantidade de lacaios na mesa. A equipe brasileira até que tentou conseguir letal, mas com a decisão de usar o cubo diretamente nos ovos, enquanto os chineses, mais rápidos no tempo, usaram nos lacaios 5/5, colocou nossos garotos atras.Com um Zilliax. a equipe chinesa garantiu a defesa necessária e com o uso da Marca do Caçador e o  Disparo de Vela, eliminou as chances de letal dos brasileiros e venceram a partida.

Partida 2: Guerreiro missão (Brasil) contra Mago (China)

Os brasileiros começaram bem, conseguido colocar 6 dos 7 lacaios com provocar necessários para completar a missão em curva perfeita. O último lacaio no entanto não veio, dando grande vantagem para os chineses, que conseguiram reunir todo seu combo na mão nos próximos 4 turnos.

Quando os brasileiros finalmente conseguiram completar a missão, o jogo chegou a virar e ficamos a 1 turno de vencer o jogo. A compra dos chineses no entanto foi perfeita, eles conseguira o Antonidas e encheram o campo com Aprendizes de Feiticeira, completando sua missão e conseguindo um combo infinito de bolas de fogo para liquidar a fatura.

O final da partida reservou o combo de Antonidas com bolas de fogo. Os chineses terminaram o combo com as Aprendizes de Feiticeira e a missão do turno extra.


Partida 3 - Mago Murloc (Brasil) contra Bruxo (China)

A terceira partida reservou muita sorte pros chineses. Com um Príncipe Keleseth no começo, mais os Estratores de Saronita, logo na sequência, ficou difícil para os brasileiros voltarem para o jogo.

A sequência de turnos dos chineses continuou com a curva ideal e no turno 5 o campo já estava repleto de monstros com corpo forte o suficiente para não deixar nenhuma chance de virada.

Nesse momento a reação dos brasileiros já demonstrava o que estava por vir. Não restou outra alternativa senão conceder e ficar com o segundo lugar do torneio.

Entrevista com os brasileiros

Logo após a final conversamos com os brasileiros, que comentaram sobre os treinamentos, a trajetória até aqui e outras informações. Confira:

Alguém que está na eterna busca pelo deck de Xamã perfeito!