Versão Beta
Close

Conheça os brasileiros que chegaram na final do Hearthstone Global Games

Lucas "Rase", "Lucas" CRT, "Lucas" Neves e Rodrigo "Perna" fizeram história na Blizzcon 2018

O time brasileiro de Hearthstone fez história no HGG (Hearthstone Global Games) de 2018, que teve sua etapa final durante a Blizzcon 2018. Eles foram os vice campeões com uma campanha impressionante, perdendo apenas uma série durante toda a competição até o momento da final.

Fora do Hearthstone eles são pessoas normais como nós e vivem uma vida para lá de atarefada. Conheça mais sobre os nossos quatro representantes que são orgulho nacional:

Lucas 'Rase'

O âncora da equipe brasileira é o Lucas 'Rase'. No último ano ele foi o campeão da Copa América de Hearthstone e do Brasil Premier League, se tornando o principal nome dentro do cenário brasileiro de HS. Do alto de seus 29 anos, ele já se formou em Administração de Empresas e possui duas pós-graduações. Seu principal passatempo, fora Hearthstone, é praticar esportes, qualquer um deles, do Tênis ao Muay Thay. Aliás, por conta deste último ele recentemente lesionou o joelho, algo que inclusive já havia acontecido antes. O diagnóstico diz que ele precisa fazer uma operação, mas com as viagens constantes por conta dos campeonatos ele decidiu esperar um pouco mais. Sua carreira nos esports começou bem antes do HS. Ele já era um jogador profissional de futebol digital quando em um treino na sua casa, em 2014, um amigo apresentou o novo card game da Blizzard. Um ano depois ele decidiu focar no HS  e, desde então, participa de todos os campeonatos possíveis.

Lucas "Rase"

Lucas 'CRT'

Com apenas 18 anos, o “menino prodígio” mora com os pais e a irmã.. Ele joga Hearthstone desde o beta fechado, mas o tempo para se dedicar está diminuindo: CRT está no 3º período de Engenharia Civil na UFF(Universidade Federal Fluminense) e… bem, ele precisa estudar. Nos fins de semana, passa grande parte do tempo com sua namorada e as vezes jogando (outros jogos) com os amigos. Mesmo assim, ainda se dedica bastante ao Hearthstone. Em um dia normal, sua vida é ir para a faculdade e, ao voltar, jogar Hearthstone até a hora de dormir. A exceção, como você pode imaginar, é o período de provas. 

Lucas "CRT" é o caçula do time

Lucas 'Neves'

Aos 21 anos, Lucas Neves cursa Economia na UFJF(Universidade Federal de Juiz de Fora) e mora sozinho. Assim como o xará CRT, sua rotina se divide entre faculdade e… Hearthstone, claro.. Nos momentos em que quer dar uma variada, vê futebol ou outros eSports. Quando participou pela primeira vez da Copa América, em 2015, ele não cogitava se transformar em um jogador profissional: simplesmente aconteceu. Nessa época, já pegava o Ranque Lenda sempre, e por isso decidiu participar do torneio, mas sem grandes expectativas. Lucas acabou em 1º lugar. Como ele nunca parou de estudar para se dedicar inteiramente ao jogo, a família sempre o apoiou.

Lucas "Neves"

Rodrigo ‘Perna’

‘Perna’ tentou o Magic: The Gathering e até o pôquer, mas foi por Hearthstone que se apaixonou de fato. Hoje casado e com 37 anos, se dedica aos card games. O início de tudo foi em 1996, quando começou a competir profissionalmente no Magic. Tanta dedicação fez dele um dos melhores jogadores dos anos 90. Frustrado com problemas na organização de eventos no Brasil, deixou o jogo pra trás e migrou para o pôquer. Decidiu largar o carteado em 2013 , quando uma lei americana dificultou a vida de quem joga pôquer online. Nessa época só se falava de Hearthstone, e então Perna decidiu se dedicar totalmente ao nosso jogo favorito. Com a conquista da Copa América de 2017, se tornou um dos principais jogadores em atividade.

Perna tem uma doença ocular rara, chamada de Stargardt, e por conta disso não possui a pigmentação completa da retina, o que dificulta a leitura de textos e a visualização de alguns detalhes menores. Para ele, é só mais um obstáculo a ser superado - nada que ficar mais perto do monitor pra conseguir ler as informações de alguns cards não resolva.

Rodrigo "Perna"

A expectativa do time é repetir a dose em 2019 e então, com mais experiência, conseguir conquistar o título. Tudo isso depende de bons resultados do time na próxima temporada que promete muito. Tudo o que acontecer você vai acompanhar aqui no Card na Manga.

Alguém que está na eterna busca pelo deck de Xamã perfeito! Email: desdras@cardnamanga.com.br. Twitter: @showtimesolo