Versão Beta
Close

Vencendo o Ringue do Rastakhan: Guerreiro

Veja as melhores estratégias para completar a aventura com a classe Guerreiro

A aventura dessa expansão trás um formato que já ficou conhecido durante o ano. O jogador escolherá uma classe e receberá um deck inicial com um número limitado de cards. A partir daí ele precisará enfrentar chefes para avançar e a cada desafio vencido será recompensado com pacotes de cards e tesouros poderosos para o seu deck. 

O desafio vai além de jogar bem com os cards na mão, é necessário também escolher os melhores prêmios para não ser derrotado pelo próximo chefe que é sempre mais forte que o anterior. Esse primeiro guia da aventura vai mostrar quais as melhores estratégias para aqueles que escolherem um santuário da classe Guerreiro e discutir algumas alternativas para o caso de alguma falta de sorte rolar na hora dos prêmios de cada chefe. Confira:

Santuário

Você começa a aventura do Ringue do Rastakhan com Rikkar , um troll que ainda não tem uma classe definida. O primeiro passo então será escolher um santuário que vai definir a filiação do seu personagem. Cada classe do jogo tem três santuários diferentes, que além de fornecer efeitos diferentes durante a partida, também garantem um deck inicial único e portanto uma estratégia totalmente nova para vencer.

Os santuários começam a partida já em campo e podem ser destruídos pelo adversário, o que anula o seus efeitos por três rodadas, que é o tempo necessário para que eles voltem para a batalha. Após vencer seis partidas na arena, você terá a oportunidade de melhorar o seu santuário, potencializando ainda mais o seu efeito no campo de batalha.

A classe guerreiro tem os seguintes santuários:

O Campeão de Akali: Esse santuário pode se transformar em um lacaio que terá 8 de vida e o valor de ataque igual ao da armadura do seu herói. Como você pode imaginar, o deck inicial desse santuário é repleto de cards que possibilitam um ganho rápido de armadura.

O Campeão de Akali
O Campeão de Akali

O Chifre de Akali: Esse santuário dá aos seus lacaios a habilidade Massacre, garantindo um novo ataque no caso do efeito ser ativado. O deck inicial para essa escolha é repleto de cards que ganham ou dão pontos de ataque para que o campo seja limpo com a habilidade do santuário.

O Chifre de Akali
O Chifre de Akali

O Tambor de Guerra de Akali: Esse santuário diminui em um o custo de todos os dragões na sua mão sempre um lacaio desse tipo for colocado no seu campo. O deck inicial desse santuário é repletedo de dragão e cards que têm alguma sinergia com eles.

O Tambor de Guerra de Akali
O Tambor de Guerra de Akali

Colegas de Equipe

Os colegas de equipe são lacaios poderosos que poderão ser incorporados ao seu deck no decorrer da aventura, mais especificamente depois da segunda e da quarta batalha na arena. Eles aparecerão como recompensas pelas vitórias e você deverá escolher uma opção dentre três alternativas. Cada classe tem 6 companheiros diferentes. Falaremos quais as melhores escolhas para cada santuário nas dicas mais abaixo

Escolha o melhor companheiro para a sua equipe
Escolha o melhor companheiro para a sua equipe

Saques

Após cada vitória você poderá escolher um pacote que vem com 3 cards para compor o seu deck, nessa aventura eles são chamados de saque. Existem diversos pacotes por classe, que contam com cards específicos para algum tipo de estratégia.

Os saques são pacotes com cards para o seu deck
Os saques são pacotes com cards para o seu deck

Dicas por Santuário

Campeão de Akali

Com esse santuário o seu foco é conseguir o máximo de armadura possível para transformar o seu santuário em um lacaio poderoso o suficiente para derrotar o inimigo. Com isso em mente, a escolha dos seus saques no geral vão sempre em direção ao que fornecer mais armadura. Existe um saque que fornece cards especificos para quem quer armaduras, sempre que ele aparecer faça essa escolha, do contrário procure pelo saque que fornecer o maior número de armadura. Saques com a Escudada, o Trombar ou o Geoscultor Ipi também casam bem com o seu deck. 

Em relação aos companheiros, duas escolhas são mais adequadas para esse santuário. A melhor delas é o Algoz Liberto, que além de ter um corpo respeitável é uma remoção completa do campo do adversário por conta do seu grito de guerra. Não bastasse esses dois fatores, ele ainda acumula armadura para cada inimigo destruído no processo. 

O Veterano do Fosso é outra escolha muito boa, já que tem sinergia com seus cards de aumento de armadura, uma vez que ele dobra a quantidade ganha de cada um deles. 

Na hora de melhorar o seu santuário, a melhor escolha é a Devoção Eterna, que garante mais um santuário no início do jogo, deixando o inimigo sem muito o que faze quando você aumentar a sua armadura. A segunda opção é o Pacto com os Loas, que diminui o tempo para seu santuário voltar, forçando escolhas de alto custo para o inimigo.

Devoção Eterna
Devoção Eterna

Chifre de Akali

Para conseguir vencer a aventura com esse santuário é necessário um deck versátil e com várias opções para manter os seus lacaios com muito ataque e alguma resistência, aproveitando assim o efeito do Chifre de Akali.  Os seus saques devem priorizar no início lacaios com corpo forte o suficiente para trocar pelo menos duas vezes com a habilidade massacre que virá do santuário. Depois você deve procurar por lendários que garantam seu endgame, como o Lich Rei. No caminho você pode também optar por remoções como o Executar ou a Escudada. Por último, pegue também algum pacote com armas para garantir a proteção dos seus lacaios.

Entre os companheiros a melhor escolha é também o Algoz Liberto por conta do seu poder de remoção. Se ele não estiver disponível entre as escolhas possíveis, a segunda melhor opção é o Baterista Chifre-De-Ferro, que garante que seus lacaios não morram no seu turno, permitindo que o campo adversário seja limpo com facilidade.

Para melhorar o seu santuário a melhor opção é a Benção Inesperada, que fortalecerá os seus lacaios no deck sempre que seu santuário for destruído. Uma boa alternativa é a Ira dos Loas, que garante que sempre que seu santuário for destruído, os do inimigo também serão, o que dá uma tranquilidade maior para tomar decisões nos momentos difíceis do jogo.

Benção Inesperada
Benção Inesperada

Tambor de Guerra de Akali

O deck inicial virá repleto de dragões e cartas que tem sinergia com eles, possíbilitando bons combos logo de cara na aventura. A escolha mais óbvia para o saque é do pacote que garante cards do tipo dragão e suas sinergias. Entretanto existem ótimos dragões em outros packs também, como no de lendários ou mesmo no de cards que garantem armadura. Também é recomendado escolher algumas remoções para não passar aperto nos chefes finais. No mais a estratégia é jogar o máximo de dragões rapidamente e garantir que em poucos turnos você tenha reduzido o custo dos seus dragões mais caros para colocá-los em campo em conjunto.

Entre os companheiros a primeira opção é de novo o Algoz Liberto, os motivos são os mesmos de sempre, remoção, armadura e corpo. Em seguida vem o Arauto da Chama que tem ótima sinergia com seus dragões e um corpo absurdo para o seu baixo custo.

Em relação as melhorias do seu santuário após a sexta batalha, a melhor escolha é a Devoção Eterna, que te dará mais um santuário, acelerando ainda mais a entrada dos seus dragões mais caros. Como segunda opção fica o Bramido Edificante, que também acelera a entrada dos seus dragões em campo.

Brâmido Edificante
Bramido Edificante

Alguém que está na eterna busca pelo deck de Xamã perfeito! Email: desdras@cardnamanga.com.br. Twitter: @showtimesolo